Estamos conectados na Palavra de Deus?

Tratamos a bíblia como tratamos o nosso celular?

A Palavra de Deus nos últimos anos está cada vez mais acessível a todos os cristãos. Está ao alcance de nossas mãos um instrumento perfeito para o nosso crescimento espiritual. A Sagrada Escritura é uma das fontes que a Igreja encontrou para fundamentar a sua fé. A Igreja busca nela sua força como quem busca água num poço, nos diz o Youcat n.19. Dela extraímos os ensinamentos de Cristo e toda história da nossa salvação. De fato, ela é luz, alimento, fonte de vida, é eterna, pura, fonte de alegria e é a verdade.

No entanto, muitos cristãos permanecem distantes desta riqueza, ignorando este imenso patrimônio espiritual. São Jerônimo, um grande amante das Escrituras, dizia que ignorar a Palavra de Deus é ignorar o próprio Cristo. Portanto, se queremos ser verdadeiros cristãos não podemos deixar de saciar a nossa fome de alimento espiritual com a Bíblia.

O Papa Francisco na sua última viagem ao Chile em Janeiro deste ano, quando se dirigiu aos jovens, contou-nos um episódio em que questionava um jovem sobre o que lhe deixava de mau humor. Em resposta este lhe disse que se irritava quando ficava sem bateria e sem internet no celular, afirmando que se desconecta do mundo e não sabe o que está acontecendo. Diante disso o papa ensinou que sem conexão com Jesus, acabamos afogando nossos sonhos e nossa fé, transformando nossa vida, em um vida sem sentido.

Uma maneira que temos de estar conectados com Jesus são as Sagradas Escrituras. Nelas encontramos forças para nossa caminhada cristã. Se nos dias atuais lidássemos com a Palavra de Deus tal como usamos as tecnologias, certamente seríamos mais conhecedores e praticantes do Evangelho. O Salmo 118, 10-12, pode nos ajudar a fazer algumas reflexões neste sentido. “(…) não permitais que eu me aparte de vossos mandamentos” (v.10). Em muitas circunstâncias não conseguimos ficar alguns minutos sem o nosso smartphone, não nos separamos dele. E quando isso acontece sentimos que nos falta algo, não é verdade? O salmista nos ensina que um sentimento semelhante está presente em seu coração. Porém todo esse afeto está direcionado à Palavra de Deus. Ele implora que não seja separado jamais dos mandamentos do Senhor. Do mesmo modo que estamos ligados ao nosso celular, deveríamos estar sempre conectados com a Sagrada Escritura.

No versículo seguinte lemos: guardo no fundo do meu coração a vossa palavra (v.11). Quanto zelo temos para com nossos aparelhos eletrônicos! Investimos em capas de proteção, não os colocamos em lugares de riscos, sempre uma atenção especial para guarda-los. Deveríamos ter o mesmo zelo e preocupação em guardar a Palavra de Deus e seus mandamentos. Deveríamos nos deter muito em nossas atitudes e comportamentos para não “machucar” e ofender a Deus.

Em seguida o salmista reza: (…) ensinai-me vossas leis (v. 12). Quando adquirimos um novo aparelho gastamos tempo para descobrir todas as suas funções, e aprendemos rapidamente a lidar com smartphones de última geração que apresentam centenas de funções diferentes. O mesmo empenho deveria ser gasto em aprender as leis do Senhor, conforme a oração do salmista. Quanto tempo temos dedicado à leitura e a oração com a Palavra de Deus para aprender os caminhos do Senhor? É tempo de voltar a ter intimidade com Deus em sua Palavra.

Neste mês dedicado à meditação da Palavra de Deus de um modo especial, queremos propor que sejamos mais próximos da Sagrada Escritura. Somos convidados a deleitar-nos nela e saborearmos as delicias que ela nos traz. Conectados na Palavra, seremos cristãos autênticos e cheios de vida para testemunhar com alegria o esplendor do reino de Deus.

Autor: Tiago Borges

Seminarista e Missionário da Comunidade Católica Presença

Mais Recentes

CELEBRAR CATARINA DE SENA

Celebrar, vem do Latim CELEBRARE, “honrar, fazer solenidade”, é este o culto que queremos fazer neste dia a Santa Catarina de Sena.