Ano Diocesano da Juventude

Graça e Paz!

Sabemos que o Ano Diocesano da Juventude em nossa diocese está todo pautado no sínodo dos bispos que ocorreu dos dias 3 à 28 de outubro de 2018, com o tema: “Os Jovens, a Fé e o Discernimento vocacional”, presidido e acompanhado por nosso queridíssimo Papa Francisco, na cidade do Vaticano em Roma.

No início da carta apostólica gerada neste sínodo com o título “Christus Vivit” (Cristo Vive), Papa Francisco diz: “É Ele nossa esperança e a mais bela juventude deste mundo.”

“Ele vive e quer-te vivo!”

É necessário um caminhar, uma escuta atenta da Igreja para com os jovens, como Jesus fez com os discípulos de Emaús. (Lc. 24,1-35).

“Caminhar com Eles”

Não existe para nós maior exemplo de juventude do que o próprio Cristo, que é sempre jovem. Com apenas 30 anos iniciou seu apostolado publicamente, vivendo inteiramente sua vida na propagação do Reino de Deus. Com 33 anos entregou-se por amor na Cruz, para a salvação de cada um de nós.

Cristo deseja caminhar conosco, e muitas vezes, não paramos para escutar a Deus, ainda mais os jovens com tantos distrativos, como: celular, internet, televisão, “que tende a privilegiar a imagem” relativamente à escuta e à leitura, influencia e compromete o modo de aprender e o desenvolvimento do sentido crítico (Cristo Vive 86), e com isso vemos uma juventude líquida, incapaz de fazer escolhas maduras em suas vidas.

Somos movidos por um desejo de verdade interior, mesmo sem perceber, temos sede de estar, de caminhar com Jesus, que é o próprio Caminho, Verdade e Vida (Jo. 14,6).

Muitas vezes buscamos em tantos lugares a tão sonhada felicidade, em pessoas, objetos, bens, e nada disso pode preencher a nossa alma que foi criada para o infinito, e só encontraremos a paz, quando repousarmos em Deus que é tudo em todos.

“Eles abriram os olhos”

“No mesmo instante, caíram dos olhos de Saulo umas como que escamas, e recuperou a vista” (At. 9,18a). Temos aqui um sinal lindo da misericórdia de Jesus para com um pecador, assassino e perseguidor dos cristãos, ao qual era movido pelo ódio do pecado, mas no momento que se encontra com o amor de Deus é transformado.

Jovem, seja qual for o estado de vida que você se encontra, neste dia Jesus vem ao teu encontro, para assim como Saulo, retirar também dos teus olhos as escamas.

Neste Ano da Juventude, Deus quer contar com você e ele te acolhe como o filho pródigo (Lc. 15,11-32), a Igreja te acolhe e põe-se a escutar os teus anseios, Papa Francisco na Exortação Apostólica “Cristo Vive” diz: “a escuta torna possível o intercâmbio de dons num contexto de empatia (…) Ao mesmo tempo, estabelece as condições para um anúncio do Evangelho que alcance verdadeiramente, de modo incisivo e fecundo, o coração”.

Interessante que só depois do partir do pão que ‘‘os olhos se abriram’’ e O reconheceram (Lc. 24,30s)

Jovem, os nossos olhos só se abrirão para a Verdade, quando retornarmos para o centro da nossa Fé, que é Jesus no altar da Santa Missa, porque o fogo do Espírito Santo nasce do altar do sacrifício.

 “Partiram sem demora”

 O retorno dos discípulos (Lc. 24,33) é um ato de esperança, por que novamente seus corações voltaram a sonhar.

Vemos uma luta em nosso país, cada um buscando seus direitos para um Brasil melhor, e isso é bom na maioria das vezes, porém nós, juventude cristã temos que saber que só teremos um mundo melhor quando eu e você formos aquilo que Deus deseja de nós, e o desejo do Senhor é que sejamos Santos. “Através da santidade dos jovens, a Igreja pode renovar o seu ardor espiritual e o seu vigor apostólico. O bálsamo da santidade gerada pela vida boa de muitos jovens pode curar as feridas da Igreja e do mundo”. (Cristo Vive 50).

E para isso temos inúmeros exemplos, porém não existe modelo mais perfeito, humilde e puro do que o de Maria Santíssima, foi ela que gerou em seu ventre o Salvador, e conviveu com Jesus desde o nascimento até a entrega na Cruz.

No coração da Igreja, resplandece Maria, que em sua Juventude fez uma escolha definitiva, entregou-se aos planos de Deus inteiramente, sem reservas. No entanto, é claro que no coração daquela pequena jovem de apenas 13 ou 15 anos de idade, surgiram dúvidas, porém “o sim e o desejo de servir foram mais fortes do que as dúvidas e dificuldades” (Cristo Vive 44).

Hoje em seu coração filho amado de Deus, possa ter a certeza que você é muito precioso para o Senhor. Em especial neste Ano da Juventude, que a Igreja se volta para nós, jovens do mundo inteiro, a força que existe dentro de nós possa ressoar para que todos saibam que existe uma juventude santa que ama a Jesus e que não vai corromper seus valores, para entrar em uma “fôrma” ou “estatística” que esse mundo nos oferece, vamos testemunhar a alegria de Deus enquanto juventude.

Deus abençoe!

Rodolfo Raimundo – missionário da Comunidade Católica Presença

Mais Recentes

MISSÃO BREVES – PA

Olá irmãos, graça e paz!! Com muita alegria nós da Comunidade Católica Presença – Missão Breves (Arquipélago do Marajó – PA), queremos

MISSÃO MELGAÇO – PA

  Graça e paz, É com muita alegria que podemos partilhar da missão em que exercemos na Cidade de Melgaço no Estado