Setembro: O mês da Bíblia.

Nem sempre é fácil mergulhar com profundidade na Sagrada Escritura. Por isso, nessa formação, vamos conhecer algumas dicas para viver bem seu mês da Bíblia.

Conheça São Jerônimo

Foi no fim do quarto século, quando o elenco de livros inspirados nem tinha sido definido de maneira conclusiva na Igreja (pasmem!), que São Jerônimo recebeu a incumbência do Papa Dâmaso de presentear o cristianismo com uma versão da Bíblia em latim, que seria chamada, mais tarde, de Vulgata.

O trabalho foi duro! São Jerônimo teve de analisar muitos papiros e pergaminhos, para ver qual tinha o texto mais antigo, já que os originais, provavelmente, estavam perdidos.

A tradução também era – e ainda é – demorada. Nós, que pesquisamos a Sagrada Escritura e temos de traduzir as passagens que estudamos, às vezes, levamos horas ou dias de pesquisa para traduzir um só versículo!

A dedicação fiel de São Jerônimo mostra que ele foi um homem apaixonado pela Sagrada Escritura. Ele amava a Terra Santa e fez muitas viagens para lá, inclusive, terminando sua caminhada terrestre em Belém.

Jerônimo é a prova de que o estudo, feito junto com a vida de oração, nunca tiram a fé; do contrário, aumentam nosso amor por Deus. Tanto, que o Concílio Vaticano II, quando ensina sobre as Sagradas Escrituras na Constituição Dogmática Dei Verbum, retoma uma frase célebre do santo, tirada de um comentário de Isaías: “Desconhecer as escrituras é desconhecer Cristo” (Comm. in Is. Prol.: PL 24, 17). Por isso, vale a pena debruçar-se sobre a Palavra: amá-la significa amar o próprio Jesus, verdadeira Palavra de Deus.

Leitura Orante da Palavra de Deus.

Na Exortação Apostólica Pós Sinodal Verbum Domini[1] de Bento XVI nº24, afirma que: “A Palavra divina introduz cada um de nós no diálogo com o Senhor: o Deus que fala, ensina-nos como podemos falar com Ele… Ele nos fornece as palavras com que podemos dirigir-nos a Ele, levar a nossa vida para o colóquio com Ele, transformando assim a própria vida num movimento para Deus…” Com essas palavras digo que nosso contato íntimo com a palavra de Deus neste mês irá nos levar a um retorno a fonte profética da voz de Deus que dialoga conosco através da sagrada escritura.

Aprendemos com o exemplo dos santos que a palavra de Deus nos ajuda a descobrir método de santidade através dos divinos ensinamentos. Bento XVI nos traz alguns exemplos de santos, veja: “São Domingos de Gusmão «em toda a parte se manifestava como um homem evangélico, tanto nas palavras como nas obras», e tais queria que fossem também os seus padres pregadores: «homens evangélicos». Santa Teresa do Menino Jesus encontra o Amor como sua vocação pessoal, quando perscruta as Escrituras, em particular os capítulos 12 e 13 da Primeira Carta aos Coríntios; e a mesma Santa assim nos descreve o fascínio das Escrituras: «Apenas lanço o olhar sobre o Evangelho, imediatamente respiro os perfumes da vida de Jesus e sei para onde correr». Cada Santo constitui uma espécie de raio de luz que brota da Palavra de Deus: assim o vemos também em Santo Inácio de Loyola na sua busca da verdade e no discernimento espiritual, em São João Bosco na sua paixão pela educação dos jovens, em São João Maria Vianney na sua consciência da grandeza do sacerdócio como dom e dever; em São Pio de Pietrelcina no seu ser instrumento da misericórdia divina; em São Josemaria Escrivá na sua pregação sobre a vocação universal à santidade”…

E em nossa vida, como será que a Palavra de Deus será reconhecida? Que tal mergulhar exercitar esta escuta de Deus que fala conosco através de sua palavra para que nossa vida de santidade seja transformada pela verdade do evangelho?

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil CNBB, sugeriu neste ano, que a I Carta de João fosse nossa bussola neste mês. Nós da Comunidade Católica Presença vamos viver a leitura orante da Palavra de Deus com esta carta e convidamos você leitor a junto conosco mergulhar num contato mais íntimos com a poderosa Palavra de Deus que vem profeticamente ecoar em nossa vida seu clamor a santidade, pela prática da verdade, da bondade e da justiça.

Como fazer esse estudo?

Marque uma hora do seu dia para fazer essa leitura, leia com atenção mais de uma vez, grife os versículos que te chamou a atenção, medite sobre esse versículo, ore com ele  e veja como colocará em prática a palavra, mas lembre-se inicie sempre pedindo auxílio ao Espírito Santo.

Graça e paz

 

 

Mais Recentes