ABERTURA ANO JUBILAR COMUNIDADE CATÓLICA PRESENÇA

Queridos irmãos e irmãs, Graça e Paz! A celebração do Jubileu se origina no judaísmo. Consistia em uma comemoração de um ano sabático que tinha um significado especial. A festa se realizava a cada 50 anos. Durante o ano, os escravos eram libertados, restituíam-se as propriedades às pessoas que as haviam perdido, perdoavam-se as dívidas, as terras deviam permanecer sem cultivar e se descansava. Era um ano de reconciliação geral de bençãos e graças. Na nossa fé cristã, o jubileu realiza-se para conceder graças e favores espirituais aos fiéis. O ano jubilar torna aquele tempo, como a própria palavra no latim sugere, um tempo de Alegria, de Júbilo, de Exaltação. Portanto, adentramos neste Kairós de Deus para o nosso Carisma! Celebrar 25 anos de Fundação é para nos fazer recordar os benefícios de Deus ao longo de nossa história, e de suplicar que Ele complete em nós a obra começada. Queremos iniciar este Ato Solene recitando em Louvor e Ação de Graças a Deus o Salmo 138 (137), que marca nossa resposta a Deus neste Carisma. Este salmo encontra-se entre dois gigantes: o apaixonado 137 e o sublime 139. Ainda que apequenado pela vizinhança, é digno de se olhar “por sua humildade”. Façamos dele nosso pequeno Hino de Ação de Graças e nosso ato de abandono confiante a Deus. Nós jamais seremos abandonados, nunca agiremos fora das mãos do Senhor, aquelas mãos que nos criaram e que agora nos acompanham no itinerário da nossa missão.

Salmo 138

Ó Senhor, vossa bondade é para sempre! Completai em mim a obra começada! Ó Senhor, de coração eu vos dou graças,/ porque ouvistes as palavras dos meus lábios!/ Perante os vossos anjos vou cantar-vos/ e ante o vosso templo vou prostrar-me. Eu agradeço vosso amor, vossa verdade,/ porque fizestes muito mais que prometestes;/ naquele dia, em que gritei, vós me escutastes/ e aumentastes o vigor da minha alma. Altíssimo é o Senhor, mas olha os pobres,/ e de longe reconhece os orgulhosos./ Ó Senhor, vossa bondade é para sempre!/ Eu vos peço: não deixeis inacabada/ esta obra que fizeram vossas mãos!   Nós queremos louvar neste tempo de maneira especial porque recebemos de Deus um santo baluarte que ao longo destes 25 anos de história tem sido modelo de fidelidade e entrega a Deus. Com ele estamos aprendendo muitas coisas importantes para o nosso caminho de santidade: o amor a Nossa Senhora, a reverencia ao amor humano, a dedicação à juventude e o abandono à Cruz. Por isto neste tempo jubilar vamos entrar ainda mais na mística de São João Paulo II, apoiados na grande expressão de sua vida: “O AMOR ME EXPLICOU TUDO”.     #JubileuDePrata #25AnosDeFundação #Kairós #OAmorMeExplicouTudo #VivaAComunidadePresença #SãoJoãoPauloII #LucimarMaziero #VidaMissionária #DoaçãoDeVida #Jesus #Carisma